14 novembro 2013

E o novo 1º «orgão de soberania» (o FMI) decreta

Perdemos o esplendor do Relvas
mas ficámos com o esplendor da
mentira consciente



Há 7 dias era assim e hoje é assim





Mais palavras para quê? Todos os justos adjectivos já foram gastos ! E a urgência de correr com esta gente só aumenta com a passagem do tempo.

3 comentários:

  1. E ainda há quem acredite que estamos no bom caminho?!!!

    Um beijo.,

    ResponderEliminar
  2. Desde o anúncio da "luz ao fundo do túnel", há quantos anos ouvimos esta lenga-lenga para adormecer os incautos?
    Perante a inacreditável passividade e submissão do Governo e da Presidência da República, a crescente ingerência do FMI e da Comissão Europeia ultrapassa todos os limites e assume foros de declaração de guerra ao poder democrático e aos trabalhadores e ao povo.
    Vivemos novo "ultimato"?
    Até quando?

    ResponderEliminar